17.1.12

o que é troll?

Um troll, na gíria da internet, designa uma pessoa cujo comportamento tende sistematicamente a desestabilizar uma discussão, provocar e enfurecer as pessoas envolvidas nelas. O termo surgiu na Usenet, derivado da expressão trolling for suckers (lançando a isca para os trouxas).

Há várias sistemáticas desenvolvidas por trolls para atuar num fórum de Internet, entre elas:


  • Jogar a isca e sair correndo: consiste em postar uma mensagem de polêmica grande já esperando uma grande reação em cadeia. Porém o troll não se envolve mais na discussão, some após a mensagem original e se diverte com a repercussão. Uma forma mais branda é postar noticias polêmicas (às vezes mensagens não-verídicas) só para observar a reação da comunidade.
  • Induzir a baixar o nível: alguns trolls testam a paciência dos interlocutores, induzem e persuadem a pessoa a perder o bom senso na discussão e apelar para baixaria e xingamentos. Com isso, o troll "queima o filme", consegue que a pessoa se auto-difame na comunidade por ter descido a um nível tão baixo.
  • Desfile intelectual: um troll pode ter um bom nível intelectual, vocabulário sofisticado diante de outros discursantes, desfilar referências e contradizer os argumentos dos rivais por conhecimento e pesquisa, muitas vezes expondo-os ao ridículo e questionando sua formação educacional.
  • Repetição de falácias: outro método usado que induz ao cansaço, aqui o troll repete seu conjunto de falácias até que leve seu interlocutor à exaustão, alegando depois ter vencido a discussão após o abandono do oponente.
Segundo o artigo ‘The Art of Trolling’(A Arte de um Troll), publicada na web, considera que um “troll” não é um monstro rabugento que vive embaixo de uma ponte abordando passantes, mas mais alguém que posta sua opinião com a intenção de produzir um grande volume de respostas levianas. O conteúdo de uma postagem de um troll costuma atingir diversas áreas. Pode consistir numa aparente contradição tola do senso-comum, uma ofensa deliberada aos leitores ou um largo pedido para postagens sequenciais.

Combate

Antigamente acreditava-se que para combater trolls de forma eficiente, os usuários e frequentadores de comunidades deviam se valer de apenas uma regra: Não alimente os trolls. (do inglês Don't feed the trolls). O fundamento dessa regra vem da afirmação de que se você discute com um troll, então ele já ganhou de você. Como um troll precisa de atenção para obter prazer e ser bem sucedido, ignorando um troll os usuários não apenas intimidariam seu ato como também provocariam profundo desgosto e frustração nele. O problema é que, quanto maior o quórum da discussão, mais difícil de se realizar essa tarefa, pois em qualquer grupo de debate sempre haverá alguém que responda ao troll. Mesmo que ninguém responda, nada é mais fácil do que convocar um segundo troll para discutir. Recentemente tornou-se comum observar a invasão de fóruns por grupos de trolls em que alguns "defendem" um ponto de vista e outros "defendem" o ponto de vista oposto apenas para baixar o nível da discussão, utilizando-se de argumentos estereotipados, falaciosos ou ofensivos.
Aos internautas sem poder de moderação, cabe apenas colaborar com a moderação indicando a atuação dos trolls e solicitando providências. Se a moderação não atuar adequadamente, o melhor é simplesmente abandonar o ambiente, pois a presença de trolls põe em xeque a credibilidade do blog ou da comunidade.
Aos moderadores de blogs, fóruns e comunidades, cabe evitar que um troll provoque estragos usando os poderes de moderação. As recomendações gerais são as seguintes:


  • Estabelecer regras de comportamento simples e claras, postadas em local bem visível para que não possa ser alegado seu desconhecimento.
  • Vigiar o conteúdo das mensagens para se certificar que nenhum direito está sendo violado.
  • Cortar pela raiz comentários provocativos, banindo temporária ou permanentemente os autores e alertando frequentemente os comentaristas de boa fé para não alimentar os trolls.
  • Ignorar ameaças (morte, processo) e agir friamente em face de um clima desestabilizado.
  • Não deixar se envolver ideologicamente contra a opinião do troll, pois isso leva à geração de novos trolls que discordam do anterior e têm respaldo da moderação. Isso abala a credibilidade do próprio fórum.
  • Fazer checagem de IP para certificar-se que não há clones. Não costuma ser muito eficiente, mas pode-se dar um ultimato a um grupo de trolls quando esses começarem a passar dos limites. Não se deve hesitar em expulsar os trolls em caso de reincidência.
  • Deletar todas as mensagens dos trolls pode afastar contribuidores legítimos apenas levantando pontos de polêmica na comunidade. Por outro lado, não deletar pode gerar o efeito de "busca de troféu" em que trolls invadem um espaço mesmo sabendo que serão expulsos apenas para deixar sua marca. A aplicação de uma ou outra estratégia deve ser analisada caso a caso. O ideal é se instaurar uma política de flood e posts ofensivos nas regras.

Finalmente, há que se lembrar que a própria moderação pode ser composta ou infiltrada por trolls, caso em que só resta abandonar o ambiente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário