22.4.11

Pihtan: Ovo podre

Nem tudo que reluz é ouro, e nem todo ovo é de Páscoa!



O pihtan é, disparado, o prato mais esdrúxulo da cozinha chinesa. Trata-se de um ovo de pata que apodrece dentro de um pote cerâmico, sob camadas de cinzas, cal virgem, soda cáustica, chá e sal. Ao cabo de alguns meses, a gema fica cinzenta e a clara, preta e cremosa, tudo com acentuado aroma de enxofre. Diz a lenda que essa birutice foi criada pela família de um nobre, encarcerado por seu opositor político sem direito a alimentação – para driblar os carcereiros, os parentes do preso teriam escondido o ovo em um vaso. Hoje, o pihtan é servido como entrada e aperitivo e tratado como uma iguaria fina.

3 comentários: