11.4.10

Preguiça

A palavra preguiça tem vários significados, como pouca disposição, inatividade, moleza, falta de autoconfiança, procrastinação, falta de resistência moral e psicológica para desafios, e é encontrada com facilidade.
A preguiça faz com que o indivíduo se sinta incapacitado e fuja de responsabilidades e oportunidades. Esta pessoa pode gerar sentimentos que também atrapalham o processo de atividade, como é o caso da inveja que faz com que o preguiçoso culpe outras pessoas pela sua inatividade; raiva dos que cobram atitude e desejo de destruição daquilo que possa movimentá-lo.

O que pode causar preguiça?
Frio: O corpo necessita de pouco movimento para manter-se aquecido.
Noite mal dormida: O sono faz com que as pessoas tenham seus movimentos e raciocínio limitados.
Ambientes calmos: Estimulam a indisposição e dão sono.
Má alimentação: Não gera energia suficiente para o organismo e dá moleza e indisposição.
Acúmulo de serviço: Faz com que a pessoa adie suas responsabilidades.

No que resulta a preguiça?
Desânimo: A pessoa não tem atitude de mudar seu comportamento
Fracasso: A pessoa não tem vontade de realizar nada e se torna ultrapassado, não conseguindo chances no mercado de trabalho.
Problemas de saúde: Quem não se movimenta tem mais chances de contrair doenças.
Necessidades: Aquele que não trabalha, necessita de outros para manter sua alimentação, vestimenta, entre outros.


Por Gabriela Cabral
Equipe Brasil Escola

3 comentários:

  1. Preguiça ninguém merece. Tudo bem que, as vezes, é bom dormir até tarde e tal. Mas ficar acordado, ver o mundo, viver é tão melhor. Se eu pudesse, ficaria minha vida toda acordado, indo atrás dos meus objetivos. O melhor remédio para a preguiça, com certeza, é ter objetivos na vida, e ir atrás deles.

    ResponderExcluir
  2. a mais eu sou mtooooo preguiçoso...

    ResponderExcluir