13.9.09

Contos de morte morrida.

O titulo desta postagem lhe chamou a atenção? Pois é, foi o mesmo que aconteceu comigo outro dia na biblioteca da minha faculdade. A intenção inicial era a pesquisa de um trabalho que tinha que fazer, mas como os livros que procurava para esclarecer dúvidas estavam cada vez mais me confundindo (coisa que acontece com a maioria dos livros da chamada "linguagem acadêmica"), passando por uma das prateleiras esse titulo também me chamou a atenção. Peguei o livro e comecei a ler, e não me arrependi. É um ótimo livro. Apesar de ser classificado como infantil, a leitura do livro por adultos não causa nenhum dano, pois já testei. Aliás só faz bem, além de rir você conhece um pouco mais sobre essa senhora tão misteriosa, a Morte.

O livro é do autor Ernani Ssó e conta nove histórias do folclore cheias de humor e movimento e em mais uma, nova, na qual o autor conta como combinou com a Morte o prazo para escrever o livro. Vou apresentar aqui no blog algumas das histórias. Eis aí a primeira


A Morte e o Ferreiro

Há muito tempo, quando os bichos falavam e o sol tinha fases como a Lua, dois reinos vizinhos entraram em guerra. Foram tantas as batalhas que a Morte quase se cansou de trabalhar. Levava gente da manhã à noite, mesmo aos domingos. Quando tudo terminou, sete anos depois, a gadanha dela tinha perdido o fio e quebrado a ponta.
Então a Morte procurou um ferreiro, numa pequena aldeia, perto do último campo de batalha. Ele era um homem valente, não se assustou ao ver a Morte parada na porta.
-Já chegou a minha hora?
-Não. Preciso dos seus serviços.
A Morte mostrou a gadanha.
-Precisa de uma lâmina nova-o ferreiro disse. -Vai demorar um pouco. Melhor a senhora se sentar.
-Eu nunca sento - a Morte respondeu.
Entregou a gadanha e ficou num canto, confundida com as sombras.
O ferreiro segurou a gadanha, sentiu o peso dela e disse:
-Parece uma gadanha comum.
-É uma gadanha comum, na mão dos outros - a Morte disse.
O ferreiro trabalhou a noite toda. Pela madrugada, a gadanha tinha uma lâmina nova. Chegava a brilhar de tão afiada e pontuda.
A Morte saiu das sombras, pegou a gadanha, examinou-a.
-Ficou muito boa, ferreiro. Quanto lhe devo?
-Nada
-Então, obrigada. Até outro dia.
-Espere aí. Quero um favor em troca.
A Morte esperou.
-Quero que a senhora me avise com antecedência. Para eu me preparar pra minha hora.
-Avisarei - ela disse sem nem virar, e sumiu na rua.
Anos e anos se passaram. O ferreiro nunca mais teve notícia da Morte.
Na verdade até esqueceu dela.
Uma noite, voltando pra casa, viu um brilho branco nas sombras. Eram os dentes da Morte sob o capuz preto. O ferreiro disse:
-Tudo bem? Veio me avisar?
-Não. Vim buscá-lo.
-Mas como?! A senhora prometeu que ia me avisar com antecedência.
-Eu avisei.
-Não recebi aviso nenhum.
-Seus cabelos ficaram brancos?
-Ficaram.
-Seu rosto se encheu de rugas?
-Sim.
-Suas pernas ficaram fracas?
-Ficaram. Estou até usando bengala.
-Suas costas encurvaram?
-Encurvaram.
-Então, ferreiro? Quantos avisos mais você queria?
-Mas velho assim eu posso morrer com oitenta anos, com cem ou cento e vinte. Um aviso desses não me serve.
Quero hora com lugar certos.
-Está bem. Dentro de sete dias, aqui no jardim - a Morte disse e sumiu.
O ferreiro ficou quieto, pensando. Sete dias não era muito. Precisava se apressar.
Mas o ferreiro não se apressou. Nesses sete dias, fez o que sempre fazia, do jeito que sempre fazia. Apenas passou mais tempo com os netos, contando histórias.
Quando o prazo se encerrou, ele estava no jardim, à espera da Morte.
Ele não disse nada. Ela também não disse nada.
Foram andando juntos como velhos amigos.

25 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nao foi ele a do livro contos de morte morrida

      Excluir
    2. e eu gosteii bastante minha prof do 5ºano de agr ela le todos os dias adoreii esse livro anonimo muito legal adoreii show!

      Excluir
  2. Que loko!
    vou procurar lá na biblio. da minha faculdade!

    abr;


    www.xaqueto.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. morte morrida chega a ser uma expressão engraçada, sei lá se tu gosta de ler mas li "vingança de electra" e é mto bom recomendo

    ResponderExcluir
  4. Querido amigo avassalador...
    Muito boa ! Se voce visitar alguma feira de nordestinos encontrará com facilidade as historias de cordel( livretinhos que ficam pendurados em um cordel, dai´o nome) Historias ricas e engraçadas... vale a pena procurar!

    ResponderExcluir
  5. minha pofessora ler td mundo da sala gosta

    ResponderExcluir
  6. Muoto bom,minha pofessora ainda esta lendo a morte e o medico mas gostei mas dessa do que a do pescador, essa mostra que a Morte tambem tem folga!!!!!!!!!!!!
    parabens ao autor desse livro, ele tem muita criatividade!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  7. eu adoreiii esse livro!!!!!pois minha prof.mandou
    ler

    ResponderExcluir
  8. eu jali e muito loco e demaissssssssssssssssss
    porque não leia você tambem
    você vai adora tanto quanto eu

    ResponderExcluir
  9. legal li o livro e gostei de todas mas essa e da hora

    ResponderExcluir
  10. eu ja li o livro mas essa historia foi a melhor da hora

    ResponderExcluir
  11. ja li alguns capitulos desse livro e ele é show de bola ;D

    ResponderExcluir
  12. lI PARA MEUS ALUNOS E FEZ A CABEÇA DOS PEQUENOS. TODOS OS DIAS ME PERGUNTAVAM SOBRE A NOVA VISITA DA MORTE. NINGUÉM A ENGANA... ADOREI, RECOMENDO!

    ResponderExcluir
  13. E BOM MESMO LI O LIVRO TUDO E TO PECISANDO DO RESUMO DA HISTORIA A MORTE E O PESCADOR E Ñ CONSIGO AJUDA AI GENTE.

    ResponderExcluir
  14. Quem gostou desse livro certamente gostara do livro "13 casos de viola e violeiro" de Fabio Sombra. As historias tambem falam do alem Sao otimas!! Leio para meus alunos independente da idade e todos gostam

    ResponderExcluir
  15. Leiam "histórias para sacudir o esqueleto". A certeza que tenho é que vão gostar muito, assim como Contos de Morte Morrida.

    ResponderExcluir
  16. é legal essa historia alias todos vão morrer, mas para isso ninguem vai avisar fique esperto.

    ResponderExcluir
  17. show d bola, muito massa véio

    ResponderExcluir
  18. show de bola muito massa essa historia mas voces precisa ler as outras tambem.

    ResponderExcluir
  19. na minha opnião todas as historias são boas eu recomendo. a morte e o fujão é a minha preferida. QUEM NÃO LÊ NÃO SABE O QUE TÁ PERDENDO.
    eu amoooo contos de morte morrida.É muito massa véio.

    ResponderExcluir
  20. eu gostaria que alguem publicasse as outras historias seria muito massa e eu ficaria feliz da vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu quase mijei nas caça

      Excluir
    2. Ffdfghfdghjff

      Excluir