19.6.09

FIA processará Ferrari e equipes; lista de inscritas é "congelada"

da Folha Online

A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) demonstrou nesta sexta-feira que não aceitará a saída das oito equipes da Fota (associação das equipes) da F-1 em 2010, anunciou que processará as escuderias e disse que a lista de inscritas para o Mundial do próximo ano, que era esperada para amanhã, será colocada "em espera".
A ação da FIA prolongará o impasse na categoria, que começou após a entidade implementar um teto orçamentário de 40 milhões de libras (cerca de R$ 129 milhões).
A Ferrari, cujo presidente, Luca di Montezemolo, também preside a Fota, liderou os protestos contra a alteração no regulamento e recebeu apoio de todas as equipes atuais --com exceção de Williams e Force India, que, assim, foram suspensas pela Fota. Além de considerar o valor muito baixo, a Fota teme a maneira como o teto orçamento seria fiscalizado.
Ontem, Ferrari, McLaren, BMW, Brawn GP, Renault, Red Bull, Toro Rosso e Toyota anunciaram que estavam iniciando as preparações de um campeonato paralelo por conta da intransigência da FIA. Assim, em teoria, a entidade e seu presidente, Max Mosley, ficaram apenas com Williams e Force India, além das novatas Campos, Manor e US F1, no Mundial.
"Os advogados da FIA examinaram agora a ameaça da Fota de começar um campeonato paralelo. As ações da Fota como um todo, e da Ferrari em particular, somam com diversas violações da lei, incluindo interferência deliberada em relações contratuais, rupturas diretas nas obrigações da Ferrari e uma violação grave da lei de competição. A FIA iniciará os processos legais sem atraso", informa o comunicado da entidade.
"As preparações para o Mundial-2010 da F-1 continuam, mas a publicação da lista final de inscrições para 2010 será colocada em espera até que a FIA assegure seus direitos legais", conclui a federação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário