2.1.11

A Posse de Dilma.

1º de Janeiro de 2011. Dilma Rousseff foi empossada presidente, ou melhor, presidenta(como ela quer ser chamada) do Brasil. A primeira mulher na história a ocupar a Presedência da República. Em seu longo discurso que durou 40 minutos, falou em liberdade, combate a corrupção, erradicação da pobreza, igualdade, melhorias em saúde, segurança, educação, etc. Ou seja, nada que os vários presidentes que ali passaram tenham dito. Todo o cerimonial foi cumprido. Estavam presentes autoridades do mundo inteiro e a politicada no nosso querido e amado Brasil. Quem chamou atenção foi Marcela Temer de 27 anos, mulher do vice presidente Michel Temer de 70. Durante a posse, o twitter foi invadido por tópicos relacionados a cerimônia. Esperamos que Dilma represente bem a mulher brasileira, que no mínimo cumpra suas promessas de campanha, coisa que pessoalmente tenho a certeza que não acontecerá nem com ela, nem com nenhum outro político durante minha curta passagem por este mundo. Mas há quem acredite, e bem aventurados são aqueles que crêem em alguma coisa, seja em Deus, Coelinho da Páscoa, Mula sem cabeça, Saci, Papai Noel, ET, que os americanos são bonzinhos, que manga com leite mata, que Michael Jackson era homem branco, que a Globo só fala verdade, etc.



Veja como ficaram os Ministérios de Dilma:



- Casa Civil: Antonio Palocci. Médico. 50 anos. Foi ministro da Fazenda no Governo Lula entre 2003 e 2006, quando renunciou devido às denúncias de corrupção pelos quais foi julgado e declarado inocente. Seu cargo é o mais importante do gabinete e funciona como uma espécie de grande coordenação do Governo.


- Relações Exteriores: Antonio Patriota. Diplomata. 56 anos. Discípulo do chanceler, Celso Amorim, de quem foi até agora vice-chanceler. Foi embaixador nos Estados Unidos (2007-2009) e ocupou diversos cargos em Caracas, Pequim e na ONU.


- Fazenda: Guido Mantega. Economista. 61 anos. Foi ministro do Planejamento, presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e titular de Fazenda durante o Governo Lula e permanecerá neste último cargo com Dilma.


- Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior: Fernando Pimentel. Economista. 59 anos. Foi prefeito de Belo Horizonte e integrou a equipe do comando da campanha eleitoral de Dilma.


- Agricultura: Wagner Rossi. Empresário e político. 67 anos. Se mantém no mesmo cargo que ocupa desde março de 2009 no Governo Lula.


- Desenvolvimento Agrário: Afonso Florence. Historiador. 56 anos. Mais dedicado à vida acadêmica e ao sindicalismo do que à política.


- Minas e Energia: Edison Lobão. Jornalista e advogado. 74 anos. Na política desde que foi eleito senador em 1987. Foi ministro de Minas e Energia entre janeiro de 2008 e março deste ano, quando renunciou para concorrer outra vez ao Senador.


- Planejamento: Miriam Belchior. Engenheira. 52 anos. Ocupou diversas funções no Governo Lula e desde março coordena o ambicioso plano de infraestrutura.


- Integração Nacional: Fernando Bezerra Coelho. Político. 53 anos. Foi deputado e até agora era secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco.


- Defesa: Nelson Jobim. Jurista. 64 anos. Foi presidente do Supremo Tribunal e ministro da Justiça durante a gestão do presidente Fernando Henrique Cardoso (1995-2003). Em 2007 foi convocado por Lula para ocupar o cargo que mantém no Governo de Dilma.


- Desenvolvimento Social: Tereza Campelo. Economista. 48 anos. Mulher da absoluta confiança de Dilma, junto a quem trabalhou em diversos cargos durante os últimos 20 anos.


- Educação: Fernando Haddad. Filósofo. 47 anos. Tem uma longa carreira acadêmica. Permanece no cargo que ocupa desde julho de 2005 e mantém uma estreita relação com Lula.


- Saúde: Alexandre Padilha. Médico. 39 anos. Foi ministro das Relações Institucionais com Lula desde setembro de 2007.


- Trabalho: Carlos Lupi. Administrador. 53 anos. Nomeado ministro do Trabalho por Lula em março de 2007, permanece no cargo com Dilma.


- Previdência Social: Garibaldi Alves. Jornalista. 64 anos. Foi prefeito e desde 1990 mantém uma cadeira no Senado.


- Transportes: Alfredo Nascimento. Matemático. 58 anos. Ocupou esse cargo entre o início de 2007 e março passado, quando renunciou para aspirar a um cargo de governador. Perdeu as eleições e Dilma o nomeou outra vez no mesmo posto.


- Comunicações: Paulo Bernardo. 58 anos. Forjou sua trajetória nos sindicatos bancários e foi ministro do Planejamento desde 2005 no Governo de Lula, quem conhece há três décadas.


- Justiça: José Eduardo Cardozo. Advogado. 48 anos. Milita no PT desde a juventude e é deputado desde 2003. Foi coordenador da campanha de Dilma.


- Meio Ambiente: Izabella Teixeira. Bióloga. 49 anos. Ratificada por Dilma no cargo que ocupa desde abril passado.


- Ciência e Tecnologia: Aloizio Mercadante. Economista. 56 anos. Influente líder do PT e senador desde 2002. Em 1994 foi candidato a vice-presidente na chapa liderada por Lula.


- Cultura: Ana de Hollanda. Cantora e compositora. 62 anos. É irmã do cantor Chico Buarque e dirigiu o Centro de Música da Fundação Nacional da Arte.


- Esportes: Orlando Silva. Político. 40 anos. Foi ratificado por Dilma no cargo que ocupa desde março de 2006.


- Turismo: Pedro Novais. Advogado. 80 anos. Foi deputado durante cinco legislaturas seguidas.


- Cidades: Mário Negromonte. Advogado. 60 anos. É deputado desde 1995.


- Relações Institucionais: Luiz Sérgio Nóbrega. Político. 52 anos. Deputado desde 1999.


Secretarias ou outros organismos com categoria de ministro:

- Banco Central: Alexandre Tombini. Economista de 48 anos. Trabalha há mais de uma década no Banco Central, onde até agora era diretor de Normas e Organização do Sistema Financeiro.


- Secretaria Geral da Presidência: Gilberto Carvalho. Filósofo de 59 anos. Foi chefe de gabinete de Lula, com quem mantém uma estreita amizade desde a fundação do PT, da qual participou como membro de organizações de base da Igreja Católica.


- Direitos Humanos: Maria do Rosário. Pedagoga. 44 anos. Especialista em estudos sobre violência doméstica.


- Igualdade Racial: Luiza Bairros. Socióloga. 57 anos. Histórica militante do movimento dos afrodescendentes do Brasil.


- Políticas para as Mulheres: Iriny Lopes. 54 anos. Dedicou sua vida à política e pertence às correntes mais radicais do PT.


- Pesca: Ideli Salvatti. Física. 58 anos. Uma das fundadoras do PT no estado de Santa Catarina e senadora desde 2003.


- Portos: Leônidas Cristino. Engenheiro. 53 anos. Até agora era prefeito da cidade nordeste de Sobral.


- Assuntos Estratégicos: Moreira Franco. Sociólogo. 66 anos. Foi governador do Rio de Janeiro entre 1987 e 1991.


- Comunicação Social: Helena Chagas. Jornalista. 49 anos. Trabalhou no grupo Globo e no canal de televisão SBT e foi diretora de jornalismo da estatal Empresa Brasil de Comunicação (EBC).


- Advocacia Geral da União: Luís Inácio Lucena Adams. Advogado. 45 anos. Permanece no cargo que ocupa desde outubro de 2009.


- Contraloria Geral da União: Jorge Hage. Advogado. 72 anos. Também segue no cargo que assumiu em junho de 2006.


- Segurança Institucional: José Elito Carvalho Siqueira. General do Exército. 64 anos. Comandou as tropas de paz da ONU no Haiti durante o ano de 2006.

Nenhum comentário:

Postar um comentário