4.9.09

Menos filhos, menos violência

por Gilberto Dimenstein

A informação mais importante da pesquisa do IBGE que acaba de ser divulgada é a redução brusca do número de filhos das mulheres com baixa escolaridade. Se na década de 1970, mulheres com menos de três anos de escolaridade tinham em média 7 filhos, agora passou 3 e continua caindo. É uma boa notícia para quem está preocupado com a violência urbana.

Há uma série de causas para a violência e uma delas é a desestruturação familiar. Ou seja, a dificuldade ou até total incapacidade dos pais cuidarem de seus filhos, gerando um ciclo de marginalidade. A combinação de menos filhos por família com aumento da oferta de serviços públicos, especialmente educação (e desde a creche e pré-escola), é uma receita óbvia para termos sociedades mais integradas e, portanto, menos violentas. Até porque significam família com mais estudo e renda.

Essa tendência ainda pode ser acelerada com programas de prevenção da gravidez em comunidades mais pobres como as favelas, onde, segundo estimativas, a média está acima dos três filhos por mulher.

3 comentários:

  1. Interessante, nunca havia pensado nisso... Claro, não podemos contar com que as mulheres com baixa escolaridade continuem tendo menos filhos, devemos investir na educação, cobrar de certos corruptos... Enfim...

    Sumida, só vim passar pra dar um oi mesmo, depois olho com calma tudo por aqui,
    BjoxXD a todos!

    ResponderExcluir
  2. Dom Quixote, outra medida importante que vc esqueceu para a diminuição na taixa de natalidade é a distribuição de TVs para as classes menos favorecidas...kkkk

    ResponderExcluir
  3. Lembro de um argumento apresentado por defensores do aborto de que o estímulo ao abortamento por mulheres pobres seria excelente para a redução da criminalidade.

    Argumento reacionário que reforça a ideia de que menos filhos pobres, logo menos criminosos.

    A conclusão: A pobreza está intimamente ligada ao crime.

    Nâo pude deixar de perceber este viés, talvez não intencional, do texto de Dimenstein: Menos filhos, menos violência. Que pode ser traduzido: Menos pobres, menos crimes.

    Ponto para a concepção de punição aos pobres.

    ResponderExcluir